Dr. Claudio Suzuki

Artigos

  • 2018 (6)
  • 2017 (16)
  • 2016 (14)
  • 2015 (40)
  • 2014 (28)
  • 2013 (75)
  • 2012 (108)
  • 2011 (95)
  • 2010 (15)
  • 2009 (1)
  • E-mail
    Imprimir
    PDF

    Após mais de 30 horas de trabalhos, Evandro Bezerra Silva foi condenado a 18 anos e oito meses de prisão, por homicídio doloso duplamente qualificado. O regime inicial deverá ser o fechado. 

    O vigia foi acusado pela participação na morte da advogada Mércia Nakashima, em maio de 2010, e o corpo foi encontrado dias depois dentro de seu carro, submerso na represa de Nazaré Paulista. 

    Na sentença lida pela juíza Maria Gabriela Riscali Tojeira, às 19h45 desta quarta-feira (31), após os debates entre acusação e defesa, constou que “as consequências do delito, por outro lado, exsurgem-se como gravíssimas, visto que a vida de uma jovem foi ceifada, com brutalidade, insensibilidade e covardia na plenitude de seus vinte e oito anos de idade, acarretando uma perda inestimável a seus familiares e insuperável saudade. E mais, não bastasse aos familiares da vítima terem perdido a filha e irmã querida, ainda enfrentaram, em decorrência do modus operandi desenvolvido pelos autores, a dor e o desgaste de uma procura incessante pela ofendida, experimentando um sofrimento que era intensificado a cada dia, a cada nova e triste descoberta”. 

    O outro réu no processo, Mizael Bispo de Souza, julgado em março passado, foi condenado à pena de 20 anos de reclusão em regime fechado.               

    Processo nº 0035865-48.2010.8.26.0224 

    Fonte: TJSP

    Você deve se registrar para postar comentários.

    Utilize o ícone de ferramenta no alto da janela para o cadastro.