Dr. Claudio Suzuki

Artigos

  • 2018 (6)
  • 2017 (16)
  • 2016 (14)
  • 2015 (40)
  • 2014 (28)
  • 2013 (75)
  • 2012 (108)
  • 2011 (95)
  • 2010 (15)
  • 2009 (1)
  • E-mail
    Imprimir
    PDF

    A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) divulgou nesta segunda-feira (21) a lista final dos aprovados para a segunda fase do 5º Exame de Ordem Unificado, com os convocados após recurso. Foram aprovados mais de 50 mil candidatos, quase metade dos 108.335 inscritos no processo seletivo para conseguir o registro que permite advogar. Também foi liberada a consulta aos espelhos das folhas de resposta, após o recurso.

    A porcentagem, 46%, é bem maior do que a de aprovados para a segunda etapa na última edição do Exame de Ordem. No 4º exame, 18% passaram na primeira fase, 21.840.

    Os aprovados farão a parte prática no dia 4 de dezembro. A prova prático-profissional consiste em quatro questões dissertativas e uma peça jurídica sobre a área do Direito que os candidatos escolheram na inscrição: administrativo, civil, constitucional, do trabalho, empresarial, penal ou tributário.

    Na sexta-feira, a OAB anulou uma questão da prova da primeira fase. Com a decisão, a pontuação relativa vale para todos os candidatos. A questão anulada era a 27 da prova tipo 1.

    Na próxima terça-feira, a OAB irá lançar o Selo OAB, que será concedido às instituições de ensino superior que apresentam índices satisfatórios de qualidade nos cursos de Direito. O selo será dado a partir do cruzamento dos dados do último Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e os últimos resultados obtidos no Exame de Ordem Unificado. O lançamento será feito no Centro de Convenções ExpoUnimed, em Curitiba (PR), durante a 21ª Conferência Nacional dos Advogados.

    Exame constitucional

    No mês passado, o Supremo Tribunal Federal julgou recurso extraordinário do bacharel em direito João Volante, de 61 anos, que pedia o direito de advogar sem a aprovação no exame. Por unanimidade, os ministros consideraram a prova constitucional. Antes mesmo da decisão, a Ordem já havia divulgado o calendário das próximas provas até 2013.

    Fonte: Último Segundo

    Você deve se registrar para postar comentários.

    Utilize o ícone de ferramenta no alto da janela para o cadastro.